Telefone Geral: (31) 3241.4597 | sicoobcecref@sicoobcecref.coop.br

5 dicas para você economizar no seu cartão de crédito

Publicado em: 25 de agosto de 2021


Disciplina, comprometimento, organização. Essas são três qualidades imprescindíveis para economizar e manter em dia a sua fatura do cartão de crédito Sicoob. Com as facilidades que esse serviço oferece, é muito comum que as pessoas acabem por estourar seus orçamentos.

Atualmente, mais de 80% das dívidas das famílias brasileiras são consequências do mau planejamento e mau uso do cartão de crédito. Por isso, no artigo de hoje, iremos te dar cinco dicas de como economizar no cartão de crédito Sicoob e se livrar do risco de dívidas.

O uso consciente do cartão de crédito

Ao contratar um serviço de crédito, tenha sempre em mente o seu orçamento, calculando adequadamente para que o limite disponível não seja maior que a sua renda mensal. Sente-se, encontre as melhores condições de cada opção disponível e, a partir daí, escolha a que melhor cabe no seu bolso.

Ao fazer isso, você escolhe um cartão de crédito que será seu amigo nas horas de aperto e que não irá oferecer um risco à sua saúde financeira. Por isso que o cartão Sicoob é reconhecido no mercado.

Com o cartão Sicoob, você tem até 40 dias para pagar sua fatura, opções de parcelamento em até 12 vezes do valor total dos seus gastos no cartão, saques na função crédito e até mesmo uso no exterior. Além disso, o cartão Sicoob tem a função que determina um certo valor para uso diário, auxiliando você a economizar o seu dinheiro. Essas funções, com as dicas a seguir, te auxiliarão a não entrar em crise financeira.

1 – Imponha um limite para o uso do cartão. Planeje-se!

O primeiro passo para economizar é saber quanto você tem disponível para o cartão de crédito. Tire um tempo para analisar o seu orçamento, somando suas despesas mensais com a sua renda fixa. Lembre-se de estabelecer esse limite de uma maneira que não atrapalhe sua qualidade de vida.

É comum que pessoas utilizem o cartão de crédito de maneira inadequada, desrespeitando sua renda mensal e sua qualidade de vida. Como consequência, um sentimento de estresse se instaura ao se deparar com a fatura, o que pode gerar uma dívida desnecessária, resultado da falta de planejamento financeiro.

2 – Mantenha seus gastos detalhados. Anote!

Fazer um histórico dos seus gastos é sempre muito importante para se prevenir contra possíveis dívidas. Tenha sempre uma planilha na qual você possa anotar sua renda e para onde você a está direcionando, de acordo com as necessidades do seu dia a dia.

Parece clichê, mas esse método ajuda você a se preparar para eventuais imprevistos que possam ocorrer no mês. Desse modo, você fica ciente da reserva financeira que você tem para lidar com essas situações e, além disso, entende melhor o limite do que você pode gastar no cartão de crédito.

3 – Use o cartão de crédito para despesas maiores. Invista!

Muitas vezes as pessoas acabam por utilizar o cartão de crédito em situações em que podem optar pelo débito. Comece a usar as vantagens que o seu cartão oferece, como o parcelamento das suas compras. Invista em produtos que tenham um valor mais alto, como eletrônicos ou passagens aéreas.

Mas não se esqueça de atualizar sua planilha de despesas com os valores das parcelas e sempre opte por dividir o valor em poucas mensalidades. Não divida por mais de 5 vezes os valores das suas compras. Se você achar que o valor está muito acima do que o seu planejamento orçamentário permite, aguarde um tempo e planeje-se melhor para efetuar aquela transação.

4 – Sempre pague a fatura integral. Comprometa-se!

Lembra que o comprometimento é um dos fatores mais importantes para manter as contas em dia? Exatamente! A fatura do cartão de crédito também faz parte das suas despesas mensais. Ela deve estar sempre incluída no planejamento financeiro mensal, para você entender quais os limites de uso do seu cartão.

E por isso é imprescindível que você defina um limite para o seu cartão. Ao fazer isso, você tem o controle das suas despesas e evita um possível endividamento.

5 – Não atrase o pagamento. Disciplina!

Mantenha sempre os pagamentos da sua fatura em dia. Ao fazer isso, você evita que haja cobrança de juros e multas que, consequentemente, irão sujar sua reputação enquanto um bom pagador.

Sabemos que, em algumas situações, podem acontecer imprevistos que causam um atraso para quitar a fatura. Entretanto, se essa situação se tornar recorrente, é hora de acender o sinal vermelho! Os atrasos podem representar um indício de que suas despesas e gastos estão ultrapassando o seu orçamento previamente definido. Revisite seu planejamento financeiro, refaça os cálculos e identifique as possíveis causas.

As dicas que foram dadas são para que você mantenha sempre um bom relacionamento com a sua instituição financeira, tenha várias opções de crédito disponíveis e, ao mesmo tempo, não caia no mundo das dívidas.

Veja no nosso site as condições para solicitar um de nossos cartões Sicoob, encontre aquele que melhor se adequa à sua realidade e esteja sempre por dentro das novidades do Sicoob Cecref.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Ceará, 195 - conj. 901 - Santa Efigênia - Belo Horizonte/MG | CEP: 30150-310 | CNPJ: 19.402.130/0001-89

Garden - Consultoria e Marketing